domingo, 5 de agosto de 2018


Em uma convenção com dois candidatos à Presidência da República. A controvérsia demonstra a saia justa que vive o governador Camilo Santana (PT) que, neste domingo, 5, teve seu nome homologado para concorrer à reeleição ao Governo do Estado.

No ginásio da Faculdade Ari de Sá, dois banners se destacaram entre as inúmeras publicidades espalhadas no local. De um lado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – candidato do PT ao Palácio do Planalto, e de outro Ciro Gomes – candidato do PDT à Presidência da República. No ginásio, ficou evidente a divisão entre as duas linhas, mesmo com os partidários petistas sendo minoria diante dos pedetistas.

A  propaganda petista resumiu-se a José Guimarães, José Aírton, Moisés Rodrigues e uma tímida faixa quase escondida de Luizianne Lins. Raquel Marques também levou bandeiras.

Outra controvérsia da coligação é a oposição de Ciro Gomes e a ala petista da Capital ao apoio dado a Eunício para o Senado. Camilo usou a força política para impor esse rumo. O lema “Todos pelo Ceará” não foi escolhido a toa. O objetivo é acomodar todos os interesses nessa sopa de 24 partidos que formam a coligação de apoio ao atual projeto político dominante no Estado, mesmo que as divergências coloquem duvida se há unidade mesmo entre seus integrantes.

Fonte Ceara Agora

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO

CENTRO UNIVERSITÁRIO

ADVOCACIA E CONSULTORIA

ADVOCACIA E CONSULTORIA

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::