segunda-feira, 24 de setembro de 2018

A campanha da candidata à Presidência da Rede, Marina Silva, informou neste sábado que entrou com uma ação de investigação no Tribunal Supeior Eleitoral (TSE) contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), e seu vice Hamilton Mourão (PRTB) para apurar a denúncia de ataque cibernético ao grupo no Facebook “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”. No último dia 14, o grupo foi invadido e teve o nome alterado para "Mulheres com Bolsonaro" e só depois retomado pelas administradoras. A ação pede punição com a cassação do registro de candidatura ou, em caso de julgamento após a eleição da chapa, do diploma ou do mandato, com inelegibilidade de 8 anos.

Fonte: O Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO

CENTRO UNIVERSITÁRIO

ADVOCACIA E CONSULTORIA

ADVOCACIA E CONSULTORIA

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

SECS

SECS

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::