segunda-feira, 10 de setembro de 2018

A Coligação do candidato ao Senado Federal Eunício Oliveira (MDB) entrou no TRE-CE com representação para impedir a veiculação da imagem de Elba Ramalho na propaganda eleitoral do candidato ao Senado Eduardo Girão (PROS). De acordo com os advogado da coligação,  a participação de Elba Ramalho é ilegal pois a aparição na propaganda e em inserções de televisão gera desigualdade de tratamento.

Os advogados de Girão afirmam que “o art. 54 da Lei Eleitoral garante a qualquer cidadão brasileiro no pleno gozo dos direitos políticos participação em programa de televisão em apoio a candidato, desde que essa participação seja limitada a 25% do tempo”.

Segundo a assessoria de Eduardo Girão, a cantora Elba Ramalho decidiu participar na condição de apoiador e de forma voluntária no programa eleitoral do Ceará, apoiando Eduardo, a quem conhece e milita contra o aborto há mais de 10 anos. Eduardo tem feito intenso debate contra o aborto em sua propaganda ao Senado, tratando o tema como proposta de linha de frente em sua candidatura. A ação no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) alega que a aparição na propaganda e em inserções de televisão gera desigualdade de tratamento.

Clique AQUI e leia a ação do MDB contra Eduardo Girão

Fonte: Focus.jor

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO

CENTRO UNIVERSITÁRIO

ADVOCACIA E CONSULTORIA

ADVOCACIA E CONSULTORIA

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

SECS

SECS

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::