sábado, 1 de setembro de 2018

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, que se encontra em Curitiba, disse, por meio das redes sociais, que “a decisão do TSE que tornou o ex-presidente Lula inelegível infelizmente já era prevista’’. Ciro afirmou, ainda, que, embora considere injusta a condenação do líder petista, a Lei da Ficha Limpa certamente impediria a candidatura do ex-presidente Lula.

Ciro disse que compreende a dor e o momento difícil enfrentado pelo  PT, mas considera que a decisão do TSE deixa a campanha mais clara para os eleitores e evita transtornos na corrida eleitoral. ‘’Compreendo a dor e o momento difícil por que passa o PT, mas entendo que a decisão neste momento tornará a campanha mais clara para os eleitores, evitando o trauma e a perplexidade de uma substituição na véspera da eleição’’.
Candidatura barrada no TSE
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  negou, na madrugada deste sábado,  o registro da candidatura ao Palácio do Planalto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com base no entendimento de que o petista está enquadrado na Lei da Ficha Limpa.
A decisão da Corte tira Lula – condenado e preso na Lava Jato – da disputa presidencial, mas o PT promete manter a judicialização do caso.   O registro da candidatura de Lula foi rejeitado por 6 votos a 1. O tribunal deu prazo de dez dias para a coligação apresentar um novo cabeça de chapa.
Por 5 a 2, os ministros haviam determinado que o partido não veiculasse a propaganda eleitoral até a troca do presidenciável, mas, ao fim da sessão, a Corte Eleitoral reviu a decisão e liberou o horário eleitoral com o candidato a vice na chapa petista, Fernando Haddad.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO

CENTRO UNIVERSITÁRIO

ADVOCACIA E CONSULTORIA

ADVOCACIA E CONSULTORIA

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::