quarta-feira, 29 de maio de 2019




O físico alemão Albert Einstein apresentou sua Teoria da Relatividade em 1915 e estava convencido de que uma das consequências dela seria o desvio da trajetória da luz por um corpo de grande massa no espaço, o que pode ser observado, por exemplo, durante um eclipse solar.

Esse efeito, chamado de deflexão da luz, faria com que as estrelas observadas durante o eclipse fossem vistas numa posição aparentemente diferente de sua localização real, comprovando assim a Teoria da Relatividade, uma das maiores revoluções da história da ciência.

Após a Primeira Guerra, a previsão do próximo eclipse apontava para sua ocorrência no dia 29 de maio de 1919. Entre todos os lugares no mundo onde ele seria total e permitiria uma possível comprovação da Teoria da Relatividade, a Ilha do Príncipe e a cidade de Sobral, no Ceará, receberam expedições internacionais para observar o fenômeno.
Além de sua localização geográfica, a escolha de Sobral deveu-se ao seu clima e à sua estrutura para alojar os cientistas brasileiros e estrangeiros. Por volta das 9h do dia 29 de maio de 1919, "a Lua cobriu o disco do Sol, e por 5 minutos e 28 segundos, o dia quase virou noite", explica a secretaria de Educação de Sobral.

Naquele dia, pediu-se à população da cidade para que se mantivesse calma, em silêncio e para que não se soltassem fogos de artifício durante o eclipse. Os sobralenses foram atenciosos e prestativos. E o tempo também ajudou. O resultado do experimento em Sobral ganhou as primeiras páginas de jornais de todo o mundo e ajudou a tornar famosos Einstein e a Teoria da Relatividade.



Informações DW

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

APAE SOBRAL

APAE SOBRAL

2019.2

2019.2

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::