terça-feira, 28 de maio de 2019


O Ministério Público do Ceará, apresentou a Justiça da Comarca de Sobral um pedido de afastamento das funções públicas do vereador licenciado Romário Araújo, acusado da pratica de condutas ímprobas, em processo que tramita na Justiça local. 
De Acordo com MPE, Romário Araújo violou os princípios administrativos da moralidade e da lealdade as instituições públicas, se utilizando do seu cargo de vereador para auferir vantagens indevidas, oferecendo oportunidades fictícias de ocupação de cargos públicos, sem a necessidade de concurso, mediante pagamento. 
No Inquérito encaminhado a Justiça pela Polícia Civil consta o nome de pelo menos 36 vítimas supostamente ludibriadas pelo parlamentar.
O MPE, se manifesta no pedido de afastamento, alegando que se faz necessário, haja vista que a improbidade do direito está amplamente demonstrada nos autos, e há risco de dano na permanência dele (Romário), no cargo. “Tudo leva a crer que se sentirá, no cargo, tentando a repetir fatos dessa natureza, bem como da própria proeminência da função por ele exercida poderá trazer prejuízo ao resultado útil do processo”, explica o Ministério Público.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

APAE SOBRAL

APAE SOBRAL

2019.2

2019.2

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::