quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Foto: Amaral Torquato / Guarany SC

A reta final da 1ª Fase do Campeonato Cearense promete grandes emoções em sua penúltima rodada, que ocorre hoje, com o campeão da 1ª Fase, classificados e os rebaixados à 2ª divisão estadual podendo ser definidos ao fim do dia. Únicos representantes do interior do Ceará, os líderes Guarany de Sobral e Barbalha protagonizam boa briga pelo 1º lugar e pela projeção que a classificação à Copa do Brasil cedida que a posição rende à equipe. O Guarany é o líder com 13 pontos, enquanto Barbalha é o vice-líder com 11.

Em casa, o Cacique do Vale tem chance de levar o título contra o Caucaia se confirmar a vitória, bastando um empate entre Barbalha e Atlético/CE no Inaldão. Já em caso de derrota do Guarasol contra o time metropolitano no Junco, a Raposa dos Verdes Canaviais nem precisa bater o Atlético para levar a definição à última rodada.

O extremo oposto da tabela também pode ser fechado hoje. O lanterna Horizonte e o vice-lanterna Floresta, 3º lugar no último cearense, batalham por um fôlego final no fim de semana. Porém, se o Pacajus e a Águia da Precabura superarem, respectivamente, Ferroviário e Barbalha, e o empate prevalecer entre o Galo do Tabuleiro e o Verdão da Vila Manoel Sátiro, a luta será em vão, visto que ambos descem à "Segundona", um futuro com 41,66% de ser concretizado.

Assim, com os rebaixados definidos, também seriam conhecidos os classificados, que seriam os atuais integrantes do G6: Guarany, Barbalha, Caucaia, Ferroviário, Atlético e Pacajus. Mas caso haja um vencedor entre Horizonte e Floresta, este ganhará uma sobrevida para a última rodada. Para o Galo do Tabuleiro, o ideal seria vencer e contar com tropeços de Pacajus e Atlético. Para o time da Vila Manoel Sátiro Uma vitória poderia fazê-lo igualar em pontos com Pacajus ou Atlético, o mantendo vivo para a última rodada. O único clube que pode ser rebaixado hoje, em caso de derrota, é o Horizonte.

Time de maior tradição no certame atual, o Ferroviário, em duas rodadas, espantou a ameaça do rebaixamento ao chegar nos 8 pontos na tabela e se aproximou de Barbalha (11 pontos) e do Guarany de Sobral (13 pontos), 2º e 1º colocados, respectivamente.

Há menos de duas semanas no comando da equipe coral, o técnico Anderson Batatais, ex-auxiliar de Vagner Mancini no Atlético/MG no ano passado, comemorou a distância que seu time garantiu da zona da degola ao vencer o Floresta (1 a 0) e o Horizonte (2 a 0), últimos colocados.

"Nos sentimos mais aliviados, porque a equipe estava pra cair e, de repente, em duas partidas, conseguimos sair desse rebaixamento e dar a classificação", comentou o treinador.

Nesta quarta-feira (22), o Tubarão da Barra encara o Pacajus, estreante na elite do Estado, às 15h30, no estádio Ronaldão, quase 60 km distante da capital cearense. Foco total do Ferrão contra o Índio do Vale do Caju fora de casa. "O nosso problema agora se chama Pacajus. É uma equipe aguerrida, que vem fazendo bom campeonato", analisou Batatais.

Cálculos

Na edição de ontem do Diário do Nordeste, os cálculos indicam que a probabilidade do Ferroviário garantir a liderança ao fim dos 7 jogos é de somente 14,29%, enquanto Barbalha (28,57%) e Guarany de Sobral (57,14%) estão bem à frente nas estatísticas.

Para terminar a 1ª Fase líder, o Tubarão da Barra precisa vencer os dois jogos, chegando aos 14 pontos, e torcendo para que os dois times do interior não alcancem a pontuação coral, por terem saldo de gols muito superior. Ou seja, o Guarany precisaria perder os dois jogos e o Barbalha não vencer nesta rodada.

O sonho do 1º lugar e da vaga à competição mais lucrativa do País está firme para o goleiro Nicolas, que já esperava uma eventual melhora no desempenho do grupo.

"É notória nossa evolução no decorrer do Campeonato, era algo natural. A vitória nos trouxe mais leveza pra jogar. É possível sonhar com o título, sim. Vamos chegar na última rodada com chances reais. Agora, passa por ganhar o próximo jogo", disse o arqueiro.

Redenção

Decepção na Série C do ano passado, quando deixou o acesso escapar de suas mãos, o Tubarão busca garantir o título da 1ª fase a todo custo.

"Temos que aproveitar o tempo que temos. Estamos trabalhando mais na parte de análise de vídeos do adversário. O Ferroviário não é nenhum Real Madrid, mas aquilo que precisamos, a diretoria nos dá condição. E eles estão entendendo que, dentro das características de cada um, estão se soltando. Estamos felizes com isso. Agora, é pouco tempo pra organizar a situação", falou Anderson.

Embora as últimas vitórias tenham sido sobre os piores colocados na tabela do Cearense, o time coral demonstrou mais consistência, qualidade exaltada por Nicolas com a mudança do comando técnico na Barra do Ceará.

"Sempre quando tem uma troca assim, o que vem vai estar cobrando, querendo levantar a confiança do jogador. Ele (Batatais) veio com muita disposição", comentou o goleiro.

DIÁRIO DO NORDESTE

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é monitorado por tanto cuidado com o que escreve.

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

CENTRO UNIVERSITÁRIO - UNINTA

APAE SOBRAL

APAE SOBRAL

2019.2

2019.2

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E MARKETING

:: Confira abaixo, as Mais Lidas da Semana ::